quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Suculentas... melhor na sombra ou no sol?

Coloco a suculenta no sol morre, coloco na sombra morre, uns dizem q ela adora água e outros dizem q água mata... e agora?!


Não existe uma resposta exata, mas vou dividir com vcs o q andei aprendendo. 😉


A primeira coisa a se fazer qdo comprar uma suculenta linda é prestar atenção a suas cores.

Nesta foto vemos duas Haworthias. A cultivada no sol, mais avermelhada, e na sombra, verdinho.
Nas lojas vc encontra ela verdinha... então o ideal é mais a sombra!
Ela aceita sol... mas provavelmente até um limite.
Ela precisa de muita luz, o q não significa sol direto.

A cor dá muitas dicas.


Essa acima é uma Flor de Cera. O vermelho é o lado q pega sol e atras onde fica na sombra, fica verde...
Qual o certo?!
Verde vivo é a melhor opção. A vermelha é sinal de alerta... mas ainda aceitavel, desde q não tenha nenhuma parte iniciando a literalmente secar.
Verde escuro... pouca luz...
As plantas "conversam" com a gente... 😜


Mais um exemplo:
essa Kalanchoe tem a cor normal verde, e ela ao sol ganha tons amarelos.
Amarelos sinal de alerta... verde escuro, é pouca luz.

Tem tbm outro indicativo de luminosidade.


Essa é a conhecida Rosa de Pedra.
No sol ela desenvolve-se lindamente... e na sombra, ela começa a estiolar.
Estiolar é crescer alongado-se fora do normal.

Mais uma vez, olhe como é a planta qdo vc comprou.
Se ela começar a ficar esticada... veja se isso é normal...

No caso da foto. O normal é a foto do sol.


Mais um exemplo. Agora cor e forma...
Essa é uma Sedum(muda). A cor normal é azulada... a forma normal é mais compacto.
A foto da sombra, ela está branca e alongada... como não deveria ser.

Cor e forma... são dois jeitos q sua planta tem de "falar" como ela está.


Esta é a Sedum adulta e saudável. Ela sai assim da loja, e se começar a mudar... pesquise o q pode ser...

Cor estranha? Forma esquisita?
Sinal de alerta!

Atenção!!! Não existe uma cor e uma forma para todas as plantas. Vc precisa saber o q é a beleza máxima dela.
Procure fotos dela. Por isso o nome é tão importante. 😉 Vc saber de onde vem sua planta(país, clima,...) faz toda diferença.

Mais um exemplo...


Na meia sombra a cor é verde, como esta planta é normalmente. E até está florindo!

O alerta é o vermelho! Quase queimando... e chegou a queimar mesmo... mas errando para aprender... e já mudei de lugar.

Mais um alerta! A cor vermelha nem sempre é problema... tem suculenta q é vermelha. Portanto... sempre veja qual a cor normal de sua planta.

O certo é cor normal e forma normal. Igual onde ela vive na natureza.

Se vc não acertar a luminosidade correta:
- sua suculenta não vai florir
- ela pode morrer(derrete, ou vai definhando aos poucos...)

Não adianta adubar planta q não está feliz com a luminosidade.

Ótimo! Agora q acertamos o lugar certo do jardim ou do vaso... vamos ao segundo ponto importante.

Água! Regas! Chuva...
Afinal... suculentas gostam de água?!
Novamente... depende do seu local de origem. Verificar o nome e o local ajuda bastante!
Plantas de deserto não costumam gostar de água... plantas de matas tropicais adoram!


A maioria das suculentas precisa de água na medida certa.
As fotos acima indicam o substrato na ordem(da esquerda para direita):
- seco, parar e pensar, qual a próxima hora de regar
- úmido, na maioria(mas não 100%) das vezes, o melhor
- molhado demais... nunca! Só plantas aquáticas gostam de muiiita água

Exemplos de muita água...


Muito musgo(são as manchas verdes) e plantas derretidas...


Substrato com camadas verdes são indicativo de muita água...
Na foto acima, todas as opções são ruins... musgos, algas, mini samambaias,...
Sinais de alerta!!!

Existem excessões... Algumas adoram locais sombreados e chuvosos... mas são poucos conhecidos.


Acima uma Rhipsalis da Mata Atlântica q adora água e locais com muita sombra. Está pendurada em uma árvore de copa fechada e toma chuva sem problemas, mesmo em épocas extremamente chuvosas.
Dica: o substrato deve ser bem drenado!

Mas voltando a maioria...


Acumular água assim, antes do sol... é risco de vida para sua suculenta...
Não são todas q são sensíveis a esta situação... mas com certeza não é recomendável.

Isso é problema para plantas de sombra?
Se for umidade constante... sim...
A água facilita a criação de fungos... então úmido não é igual molhado...
Molhado nunca é bom!


Dica importante!
Não misture planta de sol com suculenta de sombra...
A planta q morreu deve ser retirado o mais rápido possível pois já está cheio de fungos...

Se pretende fazer um terrário ou arranjo, procure plantas q são "amigas". Aquelas q tem a mesma preferência de água e luz.

Repare q não falei de inseticida, fungicida, repelentes,... pois nem sempre o problema são as pragas... e a solução esteja no cultivo.

Um exemplo...


Essa suculenta está em meia sombra, tem o crescimento aparentemente normal, seu substrato é correto... então o q aconteceu?
Se não é sol e água...

E bem ao lado dela...


Mudas derretem...

Tenho outros vasos com este tipo de muda sem nenhum problema...

E descobri q o horário q rego(final do dia), é exatamente o único horário q batem os últimos raios de sol...
Foi difícil descobrir isso... parecia um cantinho "mal assombrado" pois nenhuma suculenta sobrevivia!!!
Mas trocando os vasos de lugar, percebi q algumas suculentas não poderiam ficar ali, mas outras plantas sim. Coloquei umas orquídeas e mudas de árvores... e nada de suculentas ali.

Outro importante fator a ser considerado é o local geográfico.
O clima do Rio Grande do Sul, é bem diferente do Amazonas...
O clima ameno da região serrana de Santa Catarina, com certeza não é igual aos alagados do Pantanal...

O que muda? Muita coisa... mas vamos listar os principais: temperatura, luz e umidade.

Plantas de lugares frios nem
sempre se adaptam em lugares quentes como o nordeste brasileiro...
Suculentas de lugares secos vão ser um desafio de ser cultivado na região da Mata Atlântica...

Complicado?
Com certeza...

Um resumo e algumas dicas:
- água e sol... nunca juntos
- comece sua coleção com suculentas mais populares, assim fica mais fácil de iniciar sua coleção sem grandes prejuízos
- preste atenção, assim q vc comprar a planta: cor e forma, para ver se está tudo bem
- estude sobre sua planta: nome, país de origem, ... o Google ajuda bastante! Só assim vc saberá se sua planta gosta de sol ou sombra. Mas considere se o sol é aquele ameno ou aquele q torra planta... o bom senso neste caso é uma ótima ferramenta
- todo substrato tem q ser bem drenado
- evite acumular água sobre a planta
- as plantas na natureza são banhados pela chuva, então toda planta precisa de água. Dar um banho de vez em qdo é importante... mas não deixe a água acumulada sobre a planta
- experiemente lugares diferentes para a mesma planta se ela não estiver bem
- se vc tiver uma vizinha q tenha plantas lindas... provavelmente já encontrou as melhores opções para a sua casa tbm! Se for sua amiga vc pode pedir umas mudas... se não, vc presta atenção e compra iguais. As chances de acertar são bem grandes

Não sou agrônoma... mas aprendi cultivando muitos cactos e afins, errando e acertando... as escolhas de minha coleção normalmente são plantas de ambientes parecidos com o local onde cultivo.
Mas... confesso... muitas vezes compro algumas bem difíceis... o desafio sempre vale a pena. Porque não? Se der certo...

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Suculentas ao sol...

Algumas suculentas adoram sol, outras tem q ficar bem longe do calor...

Tenho suculentas a muitos anos e nos dois últimos anos tenho visto algumas plantas derreterem sem motivo aparente.

Mas percebi isso também em outras plantas de sol... e a conclusão q chego é q de alguma forma o sol anda mais "forte".
Andei reorganizando as plantas de acordo com a quantidade de sol.


As vezes não dá tempo de perceber... e lá se foi uma planta....

Esta da foto acima, a suculenta fica no sol o dia inteiro... e este ano começou a ter este problema. O outro vaso q pega menos sol está bem mais saudavel...
Como tenho vários vasos deste, pude fazer a experiência... Coloquei um em cada canto do jardim. É uma boa forma de garantir não perder toda planta.


Esta segunda foto a planta está linda, mas em dias de sol bem quente, olha o resultado... o avermelhado é normal, mas o amarelado neste caso é problema...


Este tbm... olhe como tem galhos verde e um atras onde bate sol um derretendo...


Este aqui estava com suas folhas bonitas... olha agora!

Tudo foi fotografado hoje... o final de semana foi de sol... sol até demais!

Qdo nossas plantas ficam doentes a primeira coisa q fazemos é jogar algum produto, desmontar o vaso, ... e muitas vezes não resolve... simplesmente porque o problema não é fungo, insetos, cochonilhas, ... e sim uma incidência de sol excessiva.

A queimadura de sol pode se transformar em entrada de fungos, mas não tem como saber o q vai acontecer...

O melhor a fazer é procurar o local certo para cada planta. E isso vale para outras tipos(orquídeas, folhagens,...) também.

Como saber se a planta queimou de sol ou foi outra coisa? Infelizmente não é fácil... mas se prestarmos atenção podemos evitar futuros problemas.

Um erro grave é a suculenta pegar um sol quente todo molhado... é quase uma certeza q ela vai terminar cozida!
E jogar qualquer produto e deixar no sol, é quase um tragedia a caminho...

Depois de uma longa teoria... as dicas:
- nunca regue nas horas mais quentes do dia
- se o dia foi quente e suas plantas ainda estão com uma temperatura alta vc tem duas opções: regar mais tarde ou regar com bastante água garantindo q todos fiquem em temperatura segura
- nunca aplique produtos(adubos, inseticidas, acaricidas, óleos, misturas naturais,...) em plantas no sol, separe ela em um canto, espere ela chegar a uma temperatura normal e aplique o produto, depois q o produto fez efeito, lave para retirar os resíduos.
- repelentes de insetos naturais são bem vindos, desde q a planta não seja sensível ao produto. Para testar só colocando o produto e levando a planta ao sol... não tem outro jeito... entao se possível faça uma muda teste. Assim vc não arrisca tudo de uma vez.
- adubos foliares são feitos para não terem este problema, mas como cada planta tem sua resistência diferente... passe somente em uma parte para testar. E sempre use a dosagem q o fabricante indica!
- não tem bichinho, nem machucados por acidente, ... e mesmo assim está ficando feia... pode ser queimadura de sol!
- substrato q acumula água é um problema grave... água e sol juntos com a planta... no caso de suculenta é morte certa!

Esta é uma postagem de problemas para suculentas ao sol... na sombra... é outra história. Uma hora faço uma postagem sobre problemas na sombra.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Sansevieria trifasciata Laurentii

Como fazer mudas de Sansevieria?
Vc pode plantar de sementes, divisão de touceiras e com pedaços das suas folhas!


Eu prefiro a última opção. Mais rápida e sem riscos para a planta.

Retire uma folha, não precisa de raizes.

Dica: Procure cortar o mais perto do solo para manter a planta mãe sem problemas de crescimento.
Folhas pela metade fazem essa planta se desenvolver mais lentamente... além de deixá-la feia.

Corte a folha em pedaços de 5 a 10cm de comprimento, deixe cicatrizar e plante.
Dica: Corte e plante sem inverter o lado de crescimento(não plante de ponta cabeça) pois vai facilitar a brotação.
Se vc se confundir(às vezes corto os pedaços com pressa e acontece a troca...rsrs), não se preocupe... provavelmente vai brotar, mas as chances de demorar mais ou dar errado é maior.


Existen muitas variedades de Sansevieria. São de origem indiana ou africana, mas bem fáceis de serem achadas nas lojas.
As mais comuns são a popular "Espada de São Jorge" e a "Espada de Santa Bárbara".

As fotos são da "Espada de Santa Bárbara", q tem o nome científico de Sansevieria trifasciata Laurentii.

Alguns dizem q são ótimas para proteger sua casa! 😉

Podem ser cultivadas em ambientes internos com boa luminosidade. Pode ser plantamos em jardins externos.

Planta bem resistente! Só não gosta de solos encharcados...

Adube uma vez por mês com adubo de jardinagem. Tbm não é exigente qto a adubação, mas vai melhor se bem nutrida.

No inverno o crescimento fica lento. Então diminua as regas e suspenda a adubação.

Dica:
Vasos pequenos fazem a planta se desenvolver menos, ótimo para quem tem pouco espaço.
Pode ser cultivado sem o substrato, somente com água! Mas... troque a água regularmente e use adubos foliares. Terra encharcada é diferente de somente água limpa, pois a mistura fazem bactérias e fungos se desenvolverem... o q não acontece só com água.

Se ela começar a ficar feia, faça a manutenção do solo.
Retire do vaso ou do jardim. Misture adubo orgânico é um pouco de calcário dolomitico(vc encontra estes produtos em lojas de jardinagem) e plante novamente.

Se as raízes estiverem muito compactadas, molhe bem pois ajuda a deixar as raízes mais soltas.
As raizes podem ser podadas. Use sempre ferramentas limpas. Se podar, deixe para replantar no outro dia. Assim dá tempo de cicatrizar.

Você pode gostar destas publicações

Faça seu site aparecer! Anuncie!